Cinco coisas

Cinco acessórios que não podem faltar em um churrasco

Churrasco que se preze precisa de boa carne e Itaipava gelada, mas a qualidade dos acessórios também ajuda muito. Veja nossas dicas.

  1. Grelha

Nem toda grelha é igual. A tradicional é ótima para fazer carnes homogêneas, enquanto a grelha moeda, aquela cheia de furinhos, ajuda a propagar o calor e cozinhar outros alimentos, como legumes. A grelha argentina é menos comum por aqui, mas evita que a fumaça se espalhe e tem uma canaleta para reter a gordura que sai da carne.

 

  1. Espeto

Peças muito grandes ou com osso, como costelas, são mais práticas de se preparar no espeto. Ele deixa a carne mais seca, mas, como permite coloca-la mais acima do fogo, também faz com que fique mais cozida e soltinha. Prefira sempre espetos de aço inoxidável – são mais fáceis de lavar e não deixam gosto de metal no churrasco.

 

  1. Acendedor

A cultura popular alçou o álcool líquido como principal combustível para acender a churrasqueira. Entretanto é difícil controlar suas chamas, o que o torna perigoso. O ideal é utilizar pastilhas em gel, que ajudam a acender a chama de forma segura e ter uma brasa controlada.

 

  1. Garfo trinchante

O garfo grande tem múltiplas funções: serve para segurar a carne enquanto cortamos; para virá-la na grelha e, por conseguir segurar bem a peça, também é útil na hora de tirá-la do espeto. O clássico de aço inox com cabo de madeira é mais indicado, pois evita que você queime a mão na hora de tirar a picanha da grelha.

 

  1. Faca

O ideal é ter facas para diferentes funções. Todo kit vem com uma faca de desossa menor, para você ter mais controle na hora de tirar o osso do frango e não prejudicar o fio da sua lâmina principal. E sempre atente para que a faca esteja bem afiada para não estragar a peça na hora do corte.