Saúde e bem estar

Mexa-se!

Exercitar-se é bom não só para o corpo, mas também para a mente

Fazer exercícios é tudo de bom: emagrece, tonifica e te deixa mais saudável. Mas os benefícios vão muito além do corpão – todo aquele esforço, o cansaço e a dor muscular depois de um treino são ótimos para a cabeça também.

O motivo disso? Endorfina e serotonina, duas substâncias que ajudam a regular o nosso sono, o humor e nos dão uma sensação de bem-estar e prazer semelhante àquele que você tem depois de comer um chocolate.  Isso porque, assim como o exercício, o chocolate estimula o seu corpo a produzir essas substâncias.

O motivo para o seu organismo liberar tais substâncias quando você faz exercício tem herança pré-histórica: o nosso corpo possui uma série de mecanismos conhecidos como “lutar ou fugir” – na verdade são respostas automáticas remanescentes daqueles momentos em que estávamos caçando ou sendo caçados. Quando fazemos exercícios, o nosso corpo interpreta os movimentos da mesma forma, e, assim, libera as substâncias que nos tornam mais eficientes nessas situações.

Essa descarga de energia não serve mais para caçar mamutes ou fugir de tigres, mas traz sensação de felicidade. Um estudo feito pelo Instituto Nacional de Saúde e Excelência Clínica do Reino Unido mostrou que atividades motoras melhoram a produção e absorção dessas substâncias pelo organismo, além de alterarem o seu humor.

A boa notícia é que cerca de meia horinha diária de exercício moderado já é suficiente para você sentir a diferença em pouco tempo. Desde que você não interrompa a rotina, claro.

E não é só a química que muda. Mais saudável, com melhor forma física e, se quiser, se socializando com outras pessoas durante o exercício, você também verá a queda do stress e o aumento da autoestima. Então, o que você está esperando para calçar os tênis e buscar esse espírito de verão o ano todo?