Viagem

Arquipélago de Anavilhanas

Localizado no Rio Negro, ele é um dos maiores conjuntos de ilhas fluviais do mundo

Quando a gente pensa no Estado do Amazonas, associa imediatamente com a grandeza da floresta e seus rios majestosos. E ilhas, vem à mente? Deveria vir, se pensarmos no Arquipélago de Anavilhanas, um dos maiores arquipélagos fluviais do mundo.

Localizado no Rio Negro, o Parque Nacional de Anavilhanas abrange uma área de 350 mil hectares cercado por floresta virgem e cerca de 400 ilhas fluviais. É pegar um barco e aproveitar a fauna e vegetação única que o Amazonas oferece. A melhor forma de aproveitar o tour é ir para a pequena cidade de Novo Airão, a cerca de 180 km de Manaus. Dali, dá para alugar uma embarcação por duas horas ou até o dia inteiro. Passear pela região é navegar pelos canais abertos durante certas épocas do ano, andar nas praias que se formam nas ilhas fluviais e até mesmo fazer pequenas trilhas para observar as seringueiras e orquídeas.

O ideal é fazer uma visita ainda no comecinho do verão. O período ideal é entre setembro e fevereiro. Por causa do baixo volume de chuvas desse período, aumenta o número de praias nas ilhas e é possível até explorar algumas cavernas da região.

Independentemente do que visitar, é obrigatório dar uma olhada na fauna local. Jacarés, tamanduás, antas e diversos tipos de aves são companheiros comuns durante o tour de barco.

Mas, claro, o maior destaque são os botos cor de rosa. Em Novo Airão, é possível visitar flutuantes (casas construídas dentro do próprio rio) e contemplar os botos selvagens que passam por lá para descolar uma boquinha. Existem horários específicos para o almoço dos bichinhos, mas neste momento dá para ficar bem perto dos golfinhos de água doce enquanto os instrutores dão uns petiscos para eles.

Assuntos relacionados: