Esporte e jogos

O jogo do improviso

o taco é a cara do verão e pode ser praticado em qualquer lugar

Nenhum jogo de verão permite tantos improvisos quanto o jogo de taco. Também conhecido como bets ou bate-ombro, ele tem certo parentesco com o críquete inglês e é muito simples. Quatro pessoas dividem-se em duas equipes. A responsável pelo ataque precisa acertar a base do rival arremessando uma bolinha. Quem defende precisa proteger tal base e rebater o arremesso rival o mais longe possível.

E assim que ocorre a rebatida, começa a correria. Quem defende precisa trocar de posição com o companheiro, quem ataca tem que pegar a bolinha voltar para perto da base e derrubá-la. Vence a equipe que fizer o número de pontos determinado primeiro, que pode ser 5, 10 ou 12.

Existem ainda outras regrinhas famosas no jogo de taco. Só conta como rebatida válida aquela que for em direção frontal. ´É o regulamento dos “três pra trás”, se fracassar em mandar ela para frente três vezes, tem que dar o taco para o rival.

É possível comprar equipamentos específicos para jogar taco, mas, convenhamos, a alma da molecagem está no improviso. Qualquer pedaço de madeira resistente o suficiente e na forma de, bem, um taco pode ser usado, bolinhas de borracha ou de tênis são as mais usadas no jogo. Para as bases, pode usar latas, garrafas ou qualquer outra coisa que dê para derrubar.

Outra vantagem do taco é que dá para jogá-lo em qualquer lugar, desde que haja espaço suficiente para a bolinha voar. Não há restrições sobre o tipo de piso, pode ser grama asfalto ou areia. Obviamente, cada um traz uma característica específica para o jogo, já que a bolinha vai pingar de forma diferente. A única recomendação é evitar brincar perto de janelas. Há uma estranha atração das bolinhas por elas...

Ah, e não tem essa que é “jogo de menino”, não! Todo mundo pode jogar e se divertir. Se quiser, inclusive, desafie os garotos e mostre que a mulherada manda muito bem. 

Assuntos relacionados: